Candidatas Ideais

Muitas mulheres desejam realizar uma mamoplastia de aumento, mas nem todas são boas candidatas para a realização desta cirurgia. As melhores candidatas são mulheres que estão na posse de toda a informação, compreendem o que se espera, o que envolve e as limitações desta cirurgia, além de terem expectativas realísticas quanto aos resultados possíveis.

A mamoplastia de aumento pode melhorar a aparência das suas mamas, mas não pode ficar com a ideia que são um meio de melhorar e alterar toda a sua vida, ou fazer com que uma relação possa melhorar. Deve considerar a realização de uma mamoplastia de aumento por si própria e não para agradar os outros.

Além de, fundamentalmente, melhorar a confiança em si, aumentar a sua auto-estima e melhorar a sua imagem corporal, as razões mais frequentes para efetuar uma mamoplastia de aumento são:

  1. Mamas pequenas;
  2. Mamas assimétricas;
  3. Mamas caídas e vazias após a gravidez e amamentação;
  4. Alterações na forma e tamanho das mamas devido à perda de peso;
  5. Reconstrução mamária após a cirurgia para tratamento do cancro da mama;
  6. Melhoria estética após reconstrução mamária.

 

Pacientes que não são bons candidatos para a realização de uma mamoplastia de aumento:

  1. Tenham feito radioterapia prévia;
  2. Menores de 18 anos;
  3. Não entenda completamente a cirurgia e limitações da mamoplastia de aumento e o uso de implantes;
  4. Não tenha uma expectativa realística do resultado possível de obter com a mamoplastia de aumento;
  5. Esteja grávida, a amamentar ou tenha uma infeção.

 

Na consulta o Dr. Miguel Andrade irá avaliar as suas mamas, saber as razões porque pretende efetuar a mamoplastia de aumento e quais as suas expectativas de resultados de forma a determinar se será uma boa candidata para a sua realização.

Qual é o típico paciente que procura realizar uma mamoplastia de aumento?

Na FACCIA  as mulheres que nos procuram têm o seguinte perfil:

  1. Idade média: 24 anos (intervalo entre os 18 e os 72 anos);
  2. Estado civil: solteira;
  3. Índice de massa corporal: 25 (intervalo entre os 18 e os 35);
  4. Nível educacional: Liceu ou faculdade;
  5. Volume médio de implante utilizado: 350cc (intervalo entre 140 e 600cc);
  6. Incisão: 40% inframamária; 40% peri-areolar e 20% axilar;
  7. Superficie do implante: 100% texturada;
  8. Forma do implante: 80% redonda e 20% anatómica.