Implantes mamários: o que deve considerar na hora de decidir

Se não está satisfeita com o tamanho dos seus seios, a cirurgia de mamoplastia de aumento com próteses de silicone é uma escolha a ser considerada. Os implantes mamários de silicone podem:

• melhorar o preenchimento e a projeção dos seus seios;
• melhorar o equilíbrio da sua aparência;
• melhorar sua autoimagem e autoconfiança.

O procedimento envolve a utilização de implantes de silicone com o objectivo de atingir o seu desejo de ter seios maiores ou restaurar o volume dos seios depois da perda de peso ou gravidez.
Os implantes de silicone também podem ser utilizados para reconstruir um seio depois de uma mastectomia, por exemplo.

Mas tem ficar ciente que o aumento mamário também tem limitações e que a cirurgia de mamoplastia de aumento não consegue obter melhorias nalgumas situações.
Por exemplo, a mamoplastia de aumento com próteses de silicone não irá corrigir seios que estejam muito caídos. Se quer que seus seios fiquem mais cheios e elevados devido à perda de tonicidade, talvez necessite de uma outra cirurgia que se designa de mastopexia (ou elevação dos seios), que nalguns casos pode ser efectuada em conjunto com a cirurgia de aumento mamário.

mamoplastia de aumento

A cirurgia de aumento de seios com próteses de silicone pode ser uma boa opção se:

• é saudável;
• tem expectativas realistas quanto ao resultado que se poderá obter;
•os seios já estão totalmente desenvolvidos (já passou da fase de crescimento);
• se sente incomodada por ter seios muito pequenos;
•está insatisfeita com o facto dos seios terem perdido forma e volume depois da gravidez, perda de peso ou por causa da idade;
• os seios variam em tamanho ou forma;
• um ou ambos os seios não se terem desenvolvido normalmente.

Nunca é demais salientar que a realização deste tipo de cirurgias estéticas devem ser efectuadas por um especialista cirurgião plástico e estético reconhecido, com alguns anos de prática, membro da Sociedade de Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética e da Ordem dos Médicos do respectivo país, pois, tal como é de conhecimento geral, na actualidade, infelizmente, existem médicos gerais, médicos “estéticos”, médicos especialistas de outros áreas como ginecologistas, cirurgiões gerais, otorrinolaringologistas e outros que se aventuram no mundo das cirurgias plásticas e estéticas.
Não fique com dúvidas e antes de se decidir em fazer qualquer cirurgia estética poderá consultar o site da Ordem dos Médicos  e da Sociedade Portuguesa de Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética e verificar se o médico que escolheu tem as competências adequadas.

Para mais informações consulte o site www.faccia.pt.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *